REVISTA DA ESCOLA DE GUERRA NAVAL

 

A Revista da Escola de Guerra Naval é uma publicação quadrimestral, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Estudos Marítimos (PPGEM), sem fins lucrativos, que publica, artigos científicos,além de, eventualmente, comunicações e resenhas de livros .

A linha editorial tem seu foco em trabalhos que contribuam para o desenvolvimento de um pensamento estratégico autóctone em matéria de Defesa, particularmente no que se refere ao Poder Marítimo.

Todos os artigos para publicação estão condicionados ao processo de avaliação por pares e a aprovação dos membros do Comitê Editorial ou do Conselho Consultivo. Eventuais sugestões de modificações de conteúdo serão acordadas com o autor.

Os trabalhos apresentados devem ser originais e não devem ter sido submetidos para publicação em outros lugares enquanto estiverem sendo avaliados pela Revista da EGN.

A submissão de artigos, em português, inglês e espanhol, é realizada em fluxo contínuo, exceto para edições temáticas. exclusivamente por este site.


REVISTA

ESCOLA DE GUERRA NAVAL

Capa da revista

Notícias

 

IDA DA FRAGATA UNIÃO PARA MISSÃO DE PAZ NO LÍBANO

 
A partir de 15 de março de 2019, a Fragata “União” (F45) passará a integrar a Força-Tarefa Marítima (FTM) da Força Interina das Nações Unidas do Líbano (UNIFIL), em substituição à Fragata “Liberal” (F43), que participa da operação desde setembro de 2018. O navio partirá da Base Naval do Rio de Janeiro (BNRJ) no dia 27 de janeiro, às 10h, e fará escalas logísticas em Natal (BRA), Funchal (PRT) e Valência (ESP), com previsão de chegada em Beirute no dia 7 de março.  
Publicado: 2019-01-30 Mais...
 

ATAQUES DE PIRATARIA MARÍTIMA DUPLICARAM NO OCEANO ATLÂNTICO EM 2018

 
Segundo o relatório anual sobre pirataria da Agência Marítima Internacional (IMB, na sigla em inglês), no ano passado foram registados 201 ataques contra os 180 ocorridos em 2017. Na África Ocidental, os ataques reportados nas águas entre a Costa do Marfim e a República Democrática do Congo mais do que duplicaram. Os seis sequestros de navios com pedidos de resgate registados nesse ano aconteceram todos nesta zona, onde houve ainda 13 dos 18 casos de disparos sobre barcos, foram registados 130 dos 141 reféns e 78 dos 83 pedidos de resgate.  
Publicado: 2019-01-30 Mais...
 
Outras notícias...