Guerra Híbrida vs. Gibridnaya Voyna: os diferentes significados dos conflitos híbridos para o Ocidente e para a Rússia

Maria Eduarda Buonafina Dourado, Alexandre Cesar Cunha Leite, Fábio Rodrigo Ferreira Nobre

Abstract



Após o fim da Guerra Fria, iniciou-se o debate entre especialistas militares e acadêmicos, com o objetivo de prever como seriam os novos conflitos. Em um período pós-conflito nuclear, alguns especialistas sugeriram que o mundo enfrentaria pequenas guerras, desta vez entre atores não estatais, cujo método e estratégia seriam caracterizados como primitivos. Seria o retorno de guerras de guerrilha, sabotagem, subversão, crime organizado e terrorismo junto a abordagens convencionais. Essa nova estratégia tornou-se conhecida pelo termo Guerra Híbrida, cunhada por militares estadunidenses, para descrever principalmente a atuação russa durante a anexação da Crimeia em 2014. Neste artigo indaga-se se o conceito de Guerra Híbrida é encarado de forma semelhante pelos estrategistas e teóricos russos.

Keywords


Guerra Híbrida, Guerra Irregular; Gibridnaya Voyna; Guerra de 4ª Geração

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Copyright (c) 2020 REVISTA DA ESCOLA DE GUERRA NAVAL

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexes and directories:
resultado de imagem para Diadorim AZUL resultado de imagem para LOGO DE DOI CrossRef resultado de imagem para CAPES PERIÓDICAS Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
 
 

REVISTA DA ESCOLA DE GUERRA NAVALJOURNAL OF THE NAVAL WAR COLLEGE

e-ISSN: 2359-3075
ISSN: 1809-3191

INSTRUCTIONS FOR AUTHORS ON-LINE SUBMISSION