A política de identidade nas novas guerras e a construção social da diferença: notas a partir da cultura e da identidade

Marcelo M. Valença

Abstract


O artigo explora, a partir da discussão sobre políticas de identidade nas novas guerras, a politização do nacionalismo a partir da problematização da diferença e como essa politização ocasionaria conflitos armados. Defendo que as políticas de identidade se baseiam na distinção entre o Eu e o Outro para criar padrões considerados civilizados e não-civilizados e, com isso, garantir àqueles o pressuposto da razão e da correção, de forma a deslegitimar a relação política entre diferentes comunidades étnicas. Em última instância, essa deslegitimação proporciona uma nova ordem, pautada na violência. Compreender como opera a política de identidades permite superar a sub- eorização de duas questões chaves para as novas guerras, as questões cultural e identitária.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Copyright (c) 2017 REVISTA DA EGN

Indexes and directories:
resultado de imagem para Diadorim AZUL resultado de imagem para LOGO DE DOI CrossRef resultado de imagem para CAPES PERIÓDICAS Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
 
 

REVISTA DA ESCOLA DE GUERRA NAVALJOURNAL OF THE NAVAL WAR COLLEGE

e-ISSN: 2359-3075
ISSN: 1809-3191

INSTRUCTIONS FOR AUTHORS ON-LINE SUBMISSION