O mapa do futuro global e as potências médias emergentes

Verônica Moreira dos Santos Pires

Abstract


O Mapa do Futuro Global, publicado em 2005 pelo Conselho Nacional de Inteligência dos Estados Unidos, prevê que China, Índia e outras potências emergentes como o Brasil podem inaugurar um novo conjunto de alinhamentos internacionais, marcando potencialmente uma ruptura definitiva com os modelos e práticas institucionais do pós-Segunda Guerra Mundial. Registra que a combinação de alto crescimento econômico, expansão das capacidades militares, promoção ativa de altas tecnologias e grandes populações vai estar na raiz do aumento do poder econômico e político tanto na China quanto na Índia. E acrescenta outras alterações suscetíveis de moldar a nova paisagem geopolítica. De acordo com o documento em tela, China e Índia, diante da necessidade de garantir acesso a fontes de energia, deverão impulsionar outras potências emergentes, como o Brasil, transformando-os em verdadeiros poderes regionais. Diante do exposto, o presente estudo buscou registrar o movimento da potência hegemônica no sentido de manter seu staus quo, através da análise de incertezas-chave presentes no Mapa do Futuro Global com ênfase na sua qualidade argumentativa. Para tanto serão utilizadas as três teses elaboradas por Albert O. Hirschman e a contribuição de Carl Sagan sobre argumentação.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Copyright (c) 2016 CAPA - REVISTA DA EGN

Indexes and directories:
resultado de imagem para Diadorim AZUL resultado de imagem para LOGO DE DOI CrossRef resultado de imagem para CAPES PERIÓDICAS Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
 
 

REVISTA DA ESCOLA DE GUERRA NAVALJOURNAL OF THE NAVAL WAR COLLEGE

e-ISSN: 2359-3075
ISSN: 1809-3191

INSTRUCTIONS FOR AUTHORS ON-LINE SUBMISSION