Um veneno letal e uma reflexão sobre a propriedade industrial de bens perigosos: o caso da ricina

Rogéria Prado Dall'Agnol, Gabriel Francisco da Silva

Abstract


Este trabalho teve como objetivo o desenvolvimento de indicadores sobre patentes e/ou pedidos de patentes de produtos ou processos que envolvessem a ricina (Ricinus communis L.), uma toxina contida nas sementes de mamona e que é considerada um dos venenos mais letais do mundo. Foi realizado o mapeamento do quantitativo de todos os depósitos de pedidos de patentes relacionados a esta toxina, cruzando-se os dados obtidos com outras informações com o fim de obter novos indicadores que permitissem uma análise de exploração inicial a respeito da Propriedade Industrial e a proliferação da ricina como Arma Química. Foi realizada uma pesquisa exploratória com abordagens qualitativas e quantitativas em relação à coleta e análise de dados. A base escolhida para a recuperação dos dados de patentes foi a Derwent Innovations Index. Dos resultados obtidos foi possível observar que há aumento, principalmente nos últimos 10 anos, de pedidos de patentes que envolvem a ricina e que, com 4144 mil, a China detém o maior número de pedidos de patentes, seguida de 1243 mil pedidos da Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI), ficando os Estados Unidos em terceira posição com 705 pedidos e o Brasil em décima posição com 45 pedidos de patentes. Fica evidente o crescimento nos números de pedidos de patentes envolvendo a ricina e que o grande número de informações contidas nos documentos de patentes bem como as concessões destas para exploração industrial podem colaborar para o uso da ricina como Arma de Destruição em Massa.


Keywords


Ricina. Propriedade Industrial. Armas de Destruição em Massa.

References


AMOURI, Mohammed et al. Sustainability Assessment of Ricinus Communis Biodiesel Using LCA Approach. Clean Technologies and Environmental Policy, v. 19, n. 3, p. 749-760, 2017.

ARAÚJO, Sérgio Antônio Frazão. Programa Nacional de Integração Estado-Empresa na área de Bens Sensíveis, 2011. 48 slides. Disponível em: . Acesso em: 01 jan. 2020.

AZAD, A. K. et al. Prospects, feedstocks and challenges of biodiesel production from beauty leaf oil and castor oil: a nonedible oil sources in Australia. Renewable and Sustainable Energy Reviews, v. 61, p. 302-318, 2016.

BRADBERRY, Sally. Ricin and Abrin. Medicine, v. 44, n. 2, p. 109-110, 2016.

CAMPOS, S. C. et al. Toxicidade de espécies vegetais. Revista Brasileira de plantas medicinais, v. 18, n. 1, p. 373-382, 2016.

CANGEMI, José Marcelo; SANTOS, A. M.; CLARO NETO, S. A revolução verde da mamona. Química Nova na Escola, v. 32, n. 1, p. 3-8, 2010.

CAPES. Portal de Periódicos da Capes. Disponível em: www.periodicos.capes.gov.br. Acesso em: 09 ago. 2020.

CASEIRA, Fabiani Figueiredo; MAGALHÃES, Joanalira Corpes. “Para mulheres na ciência”: uma análise do programa da L’Oréal. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, p. 1523-1544, 2015.

CIOTTONE, Gregory R. Toxidrome recognition in chemical-weapons attacks. New England Journal of Medicine, v. 378, n. 17, p. 1611-1620, 2018.

COLASSO, Camilla G.; DE AZEVEDO, Fausto Antonio. Armas Químicas de Guerra–Parte II. Aspectos Toxicológicos. Revista Intertox de Toxicologia, Risco Ambiental e Sociedade, v. 5, n. 1, 2015.

COLASSO, Camilla G.; DE AZEVEDO, Fausto Antonio. Riscos da utilização de Armas Químicas. Parte 1-Histórico. Revista Intertox de Toxicologia, Risco Ambiental e Sociedade, v. 4, n. 3, 2015.

CONVENÇÃO PARA A PROIBIÇÃO DE ARMAS QUÍMICAS. Portal Diplomático, Lisboa, Ministério dos Negócios Estrangeiros. Disponível em: . Acesso em: 08 jul. 2019.

DE MOURA CUNHA, George Henrique; ROCHA, Ubirajara Rodrigues; DE OLIVEIRA, Adrilane Batista. ECONOMIA DA MAMONA: UMA VISÃO DO MERCADO BRASILEIRO NO INÍCIO DO SÉCULO XXI. 2017.

DE OLIVEIRA, Brenda; LEITE, Mateus Freire. Prospecção Tecnológica Sobre Enxaguatório Bucal com Potencial Clareador. Cadernos de Prospecção, v. 13, n. 4, p. 1122, 2020.

DO NASCIMENTO JUNIOR, Baraquizio Braga; SANTANA, Vanessa Neres. Um estudo de prospecção tecnológica de patentes sobre Humulus lupulus. Revista Virtual de Química, v. 12, n. 5, 2020.

ELEUTÉRIO, Gabriel Dutra. O “reingresso” da China na OMC: um panorama sobre os quinze anos de negociações. 2017. 29 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) – Faculdade de Direito, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2017.

FAOSTAT (Food and Agriculture Organization of the United Nations).

FERNANDES, Keysson Vieira et al. Enzymatic esterification of palm fatty-acid distillate for the production of polyol esters with biolubricant properties. Industrial Crops and Products, v. 116, p. 90-96, 2018.

GARCÍA FERNÁNDEZ, Antonio Juan. Intoxicaciones por plantas 2015_16. 2016.

HAMDAN, S. H. et al. Nano-tribological characterisation of palm oil-based trimethylolpropane ester for application as boundary lubricant. Tribology International, v. 127, p. 1-9, 2018.

HORTA, Guilherme Tinoco de Lima; GIAMBIAGI, Fabio. Perspectivas DEPEC 2018: o crescimento da economia brasileira 2018-2023. 2018.

INPI. Disponível em: . Acesso em: abr. 2019.

IEP, INSTITUTE FOR ECONOMICS & PEACE (2020). Global Peace Index. Disponível em: HTTPS://wwwvisionofhumanit.org/wp-content/uploads/2020/10/GPI_2020_web.pdf. Acesso em 26.02.2021.

JÚNIOR, Acursio Ypiranga Benevides et al. Prospecção Tecnológica do Cumaru (Dipteryx odorata). Cadernos de Prospecção, v. 13, n. 4, p. 1103, 2020.

KAUR, Ravneet; BHASKAR, Thallada. Potential of castor plant (Ricinus communis) for production of biofuels, chemicals, and value-added products. In: Waste Biorefinery. Elsevier, 2020. p. 269-310.

LIEGGI, Stephanie; SHAW, Robert; TOKI, Masako. Taking control: Stopping North Korean WMD-related procurement. Bulletin of the Atomic Scientists, v. 66, n. 5, p. 21-34, 2010.

LOPES DE CARVALHO, I. et al. Toxinas: o diagnóstico rápido em resposta a emergências. In: XI Congresso Nacional de VIH/SIDA & XIII Congresso Nacional de Doenças Infeciosas e Microbiologia Clínica, 30 novembro-2 dezembro 2016. 2016.

LU, Jiannong et al. The genetic mechanism of sex type, a complex quantitative trait, in Ricinus communis L. Industrial crops and products, v. 128, p. 590-598, 2019.

MAROTO, Federico García; ALONSO, Diego López. Oil Biosynthesis and Biotechnology in the Castor Bean. In: Kole C., Rabinowicz P. (ed.). The Castor Bean Genome. Springer, Cham, 2018. p. 197-213.

MCKEON, Thomas A. Castor (Ricinus communis L.). In: MCKEON, Thomas A. et al. Industrial Oil Crops. AOCS Press, 2016. p. 75-112.

MOBARAK, H. M. et al. The prospects of biolubricants as alternatives in automotive applications. Renewable and sustainable energy reviews, v. 33, p. 34-43, 2014.

MUBOFU, Egid B. Castor oil as a potential renewable resource for the production of functional materials. Sustainable Chemical Processes, v. 4, n. 1, p. 1-12, 2016.

PRIGENT, Julie et al. Neutralising antibodies against ricin toxin. PLoS One, v. 6, n. 5, p. e20166, 2011.

RAFFAGNATO, Carolina Gomes et al. Terrorismo químico: proposta de modelagem de risco envolvendo ricina em eventos de grande visibilidade no Brasil. Saúde em Debate, v. 43, p. 152-164, 2020.

RIOS, Ítalo C. et al. Chemical modification of castor oil fatty acids (Ricinus communis) for biolubricant applications: An alternative for Brazil’s green market. Industrial Crops and Products, v. 145, p. 112000, 2020.

SÁNCHEZ, María I.; CASTAÑEDA, Román D.; CASTAÑEDA, Marlon J. Usos y potencialidad de la Higuerilla (Ricinus communis) en sistemas agroforestales en Colombia. PUBVET, v. 10, p. 448-512, 2015.

SIPRI, Stockholm International Peace Research Institute. Arms Transfers Database, 2020. Trade Registers. Disponível em: https://armstrade.sipri.org/armstrade/page/trade_register.php. Acesso em: 01 jun. 2020.

SUJATHA, M.; REDDY, T. Papi; MAHASI, M. J. Role of biotechnological interventions in the improvement of castor (Ricinus communis L.) and Jatropha curcas L. Biotechnology advances, v. 26, n. 5, p. 424-435, 2008.

SURESH, S. et al. Detection of Ricin in Water Samples using DisposableScreen-printed Electrodes. Defence Science Journal, v. 57, n. 6, p. 839-844, 2007.

TIMPERLEY, Christopher M. et al. Advice on chemical weapons sample stability and storage provided by the Scientific Advisory Board of the Organisation for the Prohibition of Chemical Weapons to increase investigative capabilities worldwide. Talanta, v. 188, p. 808-832, 2018.

VIANA, Pablo Alessandro Barbosa. Computação aplicada à defesa química, biológica, radiológica e nuclear: avaliação de ferramentas computacionais empregadas na bioprospecção. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Ciências Militares) - Escola de Formação Complementar do Exército / Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais, Manaus, 2019.

WORLD INTELLECTUAL PROPERTY ORGANIZATION (WIPO). China Becomes Top Filer of International Patents in 2019 Amid Robust Growth for WIPO’s IP Services, Treaties and Finances. Geneva, apr. 7, 2020.

WORBS, Sylvia et al. An international proficiency test to detect, identify and quantify ricin in complex matrices. Toxins, v. 7, n. 12, p. 4987-5010, 2015.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Copyright (c) 2021 REVISTA DA ESCOLA DE GUERRA NAVAL

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexes and directories:
resultado de imagem para Diadorim AZUL resultado de imagem para LOGO DE DOI CrossRef resultado de imagem para CAPES PERIÓDICAS Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
 
 

REVISTA DA ESCOLA DE GUERRA NAVALJOURNAL OF THE NAVAL WAR COLLEGE

e-ISSN: 2359-3075
ISSN: 1809-3191

INSTRUCTIONS FOR AUTHORS ON-LINE SUBMISSION