A participação amazônica na economia do mar do Brasil: uma análise das atividades relacionadas a Portos e Defesa

Arthur César de Souza Fontes, Thauan Santos

Abstract


O conceito de Economia do Mar é abrangente e envolve diversas atividades econômicas afetas ao mar, como pesca, portos e defesa. Os estudos realizados sobre a Economia do Mar concentram-se majoritariamente no ambiente marítimo. Porém, no Brasil, as hidrovias desenvolvem atividades econômicas semelhantes àquelas do ambiente marítimo e também agregam valor à economia do país. Dentre as hidrovias brasileiras, destacam-se as da região amazônica, por serem as mais extensas e possuírem portos bem estruturados. Assim, este trabalho objetiva destacar a importância desse modal de transporte para o Brasil, ampliando a percepção de Economia do Mar. A abordagem quali-quantitativa analisa duas atividades econômicas: “portos”, em termos de movimentação de cargas, e “defesa”, focada na estrutura e atividades da Marinha do Brasil (MB) nas hidrovias amazônicas. As atividades de pesca, transporte de passageiros e turismo também são exploradas, ainda que não sejam o foco desta pesquisa. Após a análise, verifica-se que os portos das hidrovias amazônicas são relevantes, porque movimentam mais cargas do que alguns portos litorâneos de outras regiões. Ademais, observa-se que a MB está estruturada de modo a possibilitar a execução de tarefas importantes para a região, o que a torna relevante para o cômputo da economia do Brasil.



Keywords


Economia do Mar. Hidrovias. Portos.

References


ALBUQUERQUE, T. A Economia Marítima de Portugal: uma análise estratégica sobre as oportunidades e desafios da economia do mar em Portugal nos seus diferentes setores de atividade. Projeto concorrente ao Prémio Almirante Teixeira da Mota 2014, setembro de 2014.

ALLEN CONSULTING. The Economic Contribution of Australia’s Marine Industries 1995-96 to 2002-03. 2004.

AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTE AQUAVIÁRIO (Brasil). Anuário 2019. Disponível em: http://web.antaq.gov.br/Anuario/. Acesso em: 01 mai. 2020.

AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTE AQUAVIÁRIO (Brasil). Caracterização da oferta e da demanda do transporte fluvial de passageiros e cargas na região amazônica. Disponível em: http://portal.antaq.gov.br/wp-content/uploads/2018/02/produto-v.pdf. Acesso em: 22 abr. 2020.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PSICULTURA. Anuário Brasileiro da Piscicultura 2019. 148p, 2019.

BRASIL. Lei Complementar nº 97, de 9 de junho de 1999. Dispõe sobre as normas gerais para a organização, o preparo e o emprego das Forças Armadas. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/leicom/1999/leicomplementar-97-9-junho-1999-377583-publicacaooriginal-1-pl.html. Acesso em: 19 nov. 2019.

BRASIL. Ministério da Defesa. Política Nacional de Defesa. Brasília, DF: Ministério da Defesa, 2012. 35p.

BRASIL. Ministério da Economia. Comex Vis: visualizações do comércio exterior. Disponível em: http://www.mdic.gov.br/comercio-exterior/estatisticas-de-comercio-exterior/comex-vis. Acesso em: 02 mai. 2020.

BRASIL. Ministério da Infraestrutura. Corredores Logísticos Estratégicos. Disponível em: http://transportes.gov.br/conteudo/113-politica-e-planejamento-de-transportes/7395-cle.html. Acesso em: 02 mai. 2020.

BRASIL. Ministério da Pesca e Agricultura. Boletim estatístico da Pesca e Aquicultura. Brasília, DF: Ministério da Pesca e Agricultura, 2011. 60p.

BRASIL. Ministério do Turismo. Novo Mapa do Turismo Brasileiro. Disponível em: http://www.turismo.gov.br/%C3%BAltimas-not%C3%ADcias/12892-novo-mapa-do-turismo-brasileiro-compreende-mais-regi%C3%B5es-tur%C3%ADsticas-do-pa%C3%ADs.html. Acesso em: 22 fev. 2020.

CARVALHO, A. B. Economia do Mar: conceito, valor e importância para o Brasil. 2018. Tese (Doutorado em Economia) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2018.

COSTA, J. A. F. A Amazônia Azul e o domínio marítimo brasileiro. Revista USP, n. 113, p. 27-44, abr./jun. 2017.

DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES (Brasil). Hidrovias 2018. Disponível em: http://www.dnit.gov.br/modais-2/aquaviario/hidrovias. Acesso em: 12 abr. 2020.

EMBRAPA. Comércio Exterior – Exportação. Disponível em: https://www.embrapa.br/cim-centro-de-inteligencia-e-mercado-em-aquicultura/comercio-exterior/exportacao. Acesso em: 15 jun. 2020.

GEIPOT. Corredores Estratégicos de Desenvolvimento. Relatório final. Brasília, DF, 2002.

GIRARD, S; KALAYDJIAN, R. Franch Marine Economic Data 2013. Brest: Ifremer, 2014.

INE/DGPM. Conta Satélite do Mar. Lisboa: 2014.

MARINHA DO BRASIL. Sítio oficial. Disponível em: marinha.mil.br. Acesso em: 12 jun. 2020.

MARINHA DO BRASIL. A Marinha na Amazônia Ocidental. Disponível em:http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br/vinculos/000010/000010ad.pdf. 2015. Acesso em: 12 jun. 2020.

NATIONAL OCEAN ECONOMICS PROGRAM – NOEP. National Ocean Economics Program. Available: http://oceaneconomics.org. Accessed on: 03 mai. 2020.

NUNES, S. A economia do mar em Portugal: problemática e análise. Janus 2011-2012, p. 146-147, 2012.

PAIVA, L.E.R. Integração da Pan-Amazônia: desafios, estratégias, tendências e reflexos para a defesa nacional. In: GHELLER, G.F.; GONZALES, S.L.M.; MELO, L.P. Amazônia e Atlântico Sul: desafios e perspectivas para a defesa no Brasil. Brasília: IPEA, p. 113-148, 2015.

PUGH, D. Socio-Economic Indicators of Marine-related Activities in the UK Economy. Londres: The Crown Estate, 2008.

SANTOS, T. Economia do Mar. In: ALMEIDA, F. E. A.; MOREIRA, W. S. Estudos Marítimos: teorias e métodos. Rio de Janeiro: Editora Humanitas, 2019, p. 355-388.

SANTOS, T.; CARVALHO, A. B. “Blue is the New Green”: The Economy of the Sea as a (Regional) Development Policy. Global Journal of Human-Social Science, v. 20, p. 1-16, 2020.

TEIXEIRA, C.A.N. et. al. Navegação interior brasileira. BNDES, Setorial 47, p. 437-482, 2018.

VEGA, A.; HYNES, S.; O’TOOLE, E. Ireland’s Ocean Economy Reference Year 2012. Galway: The Socio-Economic Marine Research Unit (SEMRU), 2014.

VIDIGAL, A. A. F et. al. Amazônia Azul: o mar que nos pertence. Rio de Janeiro: Record, 2006.

WIESEBRON, M. Amazônia Azul: Pensando a defesa do território marítimo brasileiro. Austral: Revista Brasileira de Estratégia e Relações Internacionais, v. 2, n. 3, p. 107-131, jan./jul. 2013.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Copyright (c) 2021 REVISTA DA ESCOLA DE GUERRA NAVAL

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexes and directories:
resultado de imagem para Diadorim AZUL resultado de imagem para LOGO DE DOI CrossRef resultado de imagem para CAPES PERIÓDICAS Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
 
 

REVISTA DA ESCOLA DE GUERRA NAVALJOURNAL OF THE NAVAL WAR COLLEGE

e-ISSN: 2359-3075
ISSN: 1809-3191

INSTRUCTIONS FOR AUTHORS ON-LINE SUBMISSION