Corveta “Barroso” é o novo navio capitânia da Força-Tarefa Marítima da UNIFIL

O Comandante da Corveta “Barroso”, CMG Eugenio Huguenin, destacou a importância de servir em um navio capitânia. “A participação nessa operação é muito gratiicante profissionalmente, pois, para o seu sucesso, exige do navio uma grande preparação operativa e logística, além de exercitar a liderança em vários níveis, de forma a manter a tripulação coesa e sem perder o foco da missão”. O Fiel de Pagamento e Praça mais antiga da Corveta, SO Elias, falou sobre a realização que sente em servir no navio. “Fazer parte dessa missão tão importante está sendo uma grande experiência, tanto pessoal quanto profissional. É um privilégio poder representar a Marinha do Brasil em um dos melhores navios da Esquadra”.

Seguindo o protocolo da Organização das Nações Unidas, a cerimônia foi presidida pelo Comandante da FTM-UNIFIL, C Alte Wieland. O evento contou com a presença do Encarregado de Negócios da Embaixada do Brasil no Líbano, Ministro Conselheiro Jandyr Ferreira dos Santos Júnior; do Procurador-Geral da Justiça Militar, Jaime de Cássio Miranda; do Comandante em Chefe da Esquadra, V Alte Cunha; do Subchefe de Operações de Paz do Ministério da Defesa, Gen Div Cunha; além de diversas personalidades civis e militares locais e de países integrantes da missão.